MOSTRA DE VIDEO

Loading...

segunda-feira, 28 de junho de 2010

SONHOS INDIGENAS




Doravante,
os olhos não se fixam mais sobre cabeças reinantes,
mas sobre cabeças que pensam.
VICTOR HUGO.1850.

O twitter, O Blog e o ORKUT que o digam....

Marcos Terena

sábado, 26 de junho de 2010

CANDIDATURAS INDÍGENAS

Este é um Sábado muito especial para a democracia brasileira pois indigenas como eu (MS), Álvaro Tukano (DF) e Jeremias Xavante (MT), vamos participar das convenções partidárias para apresentar nossos nomes como candidatos a Deputado Federal.
Trata-se de um primeiro passo para buscar o respeito ao voto indigena e elegermos uma representação da nossa voz no Congresso Nacional.
Que assim seja e contamos com as bençãos de todos os irmãos de luta, que como nós, buscam e acreditam num mundo melhor!

MARCOS TERENA - 2310

quarta-feira, 16 de junho de 2010

O Índio no Poder

O Mes de Junho vai consolidar a democracia através das convenções partidárias de norte a sul do País.
Em vários partidos surgirão indígenas de ficha limpa pleiteando o direito de votar e ser votado. Alguns buscarão as Assembléias Estaduais como Deputado Estadual e outros, o Congresso Nacional como Deputado Federal.
Nesse campo notamos o ato heróico de todos esses candidatos indígenas diante de um processo geralmente viciado e sob desconfiança da manipulação, mas a única forma viável de consolidar essas representações e mudar esse quadro de desconfiança.
Por outro lado, só a aprovação nas convenções partidárias e boa vontade do voto indígena não asseguram a eleição das candidaturas indígenas.
Mesmo assim estados como Mato Grosso do Sul, onde vivem mais de 72 mil indígenas, Roraima, Acre, Rondonia, Bahia, Pernambuco, Paraná e Amazonas por exemplo, acolherão esses candidatos e podem passar para a história do País como regiões que votaram, confiaram e elegeram um Índio como representante não só de seu Povo, mas de toda uma sociedade.
Num mundo conturbado por discriminações e guerras inter-étnicas, de povo contra povo e irmão contra irmão, o exemplo dessas candidaturas enobrece a Nação brasileira e servem de exemplos da democracia com inclusão e respeito ao diferente.
Nós Indígenas acreditamos nisso e por isso somos parte desse processo!


Marcos Terena

segunda-feira, 14 de junho de 2010

MARINA, SERRA, DILMA: qual é o programa de índio?

POSSO SER O QUE VOCÊ É, SEM DEIXAR DE SER QUEM SOU!


Finalmente três brasileiros se apresentam como candidatos a serem Presidentes do nosso País. Serra, Dilma e Marina. Cada um com seu grupo. Cada um com suas idéias. Cada um com suas estratégias.
Finalmente o Governo Lula já vai deixando saudades, terminando depois de oito anos sua governança pelo Brasil junto com Sarney, Fernando Collor, ACM, Paulo Maluf, Jáder Barbalho, Renan Calheiros entre outros "grandes" políticos que nunca deixaram o poder, mesmo enlameados de denúncias sobre suas formas de ações. Ao longo desse governo, diversos companheiros de lutas por um Brasil mais socialista, solidário e autodeterminado foram sendo alijados como Plinio de Arruda Sampaio, Heloisa Helena, Ivan Valente, Marina Silva, Frei Beto, mas tudo foi se ajeitando em nome da "governabilidade".
Agora. Olhando para o horizonte que gera um novo sol, nós as primeiras nações desse grande País, queremos saber de verdade, mesmo que ela seja cruel, ferina ou de felicidades: Qual é o programa de índio desse pessoal?
Demarcação das Terras é um compromisso moral e tem que ser feito pelo Poder executivo e não pelo Senado como está sendo sendo proposto por vários Senadores, a maioria deles suplentes, sem mandato popular.
Por isso irmãos indígenas e parentes, vamos atrás de Serra, Dilma e Marina sem medo de ser feliz.
Dizem que a Marina sempre vai estar do nosso lado, mas não custa nada confirmar em linha direta.
Dizem que Dilma e Serra são brutos, agressivos e mal humorados, não custa nada chamá-los para uma roda de conversa com chá de coca, ayuasca ou mesmo um chimarrão.
E quanto antes levantarmos os cinco pontos que queremos quando o novo sol chegar, mais claro ficará nossa posição como indigenas do Brasil e também, vamos clarear com o fogo sagrado a intenção do próximo governo para nós.
Mas assim como fizemos com Figueiredo no passado, pedindo para ele não assinar nenhuma lei de mineração ou Funai até que o governo civil assumisse com Tancredo Neves, seria uma forma elegante pedir para a turma do Lula parar de se comprometer com o futuro que ainda não chegou, a não ser no governo de transição quando mais uma vez parentes, temos que estar lá confirmando item por item nossos compromissos, afinal em 1981 já diziamos: posso ser o que você é, sem deixar de ser quem sou!


M. MARCOS TERENA
http://twitter.com/MarcosTerena
http://marcosterena.blogspot.com

A PALAVRA INDÍGENA

  • AWIRI - Tudo bem em Karajá
  • KALIVONÓ - criança em Terena
  • KURUMIN - criança em Guarani
  • MANANI DIKUTÉ? Como se chama? Em Kayapó
  • ÚNATI - Como vai em Terena

VIDE O ÍNDIO - MOSTRAS

Loading...

Arquivo do blog

OBRIGADO! NOS VEMOS!

"Gracias por estar aqui con nosotros y compartir... !" - Marcos Terena